“Contenham esse avanço... Façam qualquer coisa, por menor que seja... Mantenham aberta ainda que seja uma só porta dentre cem, pois conquanto que tenhamos pelo menos uma porta aberta, não estaremos numa prisão.”
(G.K.C)

terça-feira, 17 de agosto de 2010

A "emancipação"

Chesterton

Não nego que as mulheres foram ofendidas ou mesmo torturadas [no passado, quando cuidavam exclusivamente do lar e da família]; mas duvido que elas tenham sido tão torturadas quanto o são agora pela moderna tentativa absurda de fazê-las ao mesmo tempo rainhas do lar e funcionárias competitivas.

5 comentários:

Anônimo disse...

chegar ao ponto de escrever sobre isso me faz sentir um alívio de saber que existe alguem assim. será q vc é vc?

Agnon Fabiano disse...

Acho que tudo o que postei por aqui, quando não são minhas próprias palavras, são as palavras de alguém que soube dizer melhor do que eu o que eu mesmo sinto.

Anônimo disse...

alguem q escreve uma ideia defendendo uma classe é honrroso. alguem q prolifera essa ideia é mais ainda.
parabéns vc q eu acho q é vc.

Agnon Fabiano disse...

Um pouco confuso seus comentários. Por isso, vou ficar quieto até entender, se for o caso.

Anônimo disse...

em q ponto nao me fiz entender?
entenda só as duas primeiras frases. está de parabéns.
a última frase é um comentario q por enquanto só eu entendo, pois também estou em busca de compreender vc.