“Contenham esse avanço... Façam qualquer coisa, por menor que seja... Mantenham aberta ainda que seja uma só porta dentre cem, pois conquanto que tenhamos pelo menos uma porta aberta, não estaremos numa prisão.”
(G.K.C)

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Fanatismo

É comum chamarmos “fanatismo” a defesa de certas proposições. No entanto, o fanatismo nada tem que ver com as proposições, mas sim na incapacidade de conceber outra proposição, senão àquela a qual defende. O fanatismo independe das idéias. Fanático é o homem com uma mente incapaz de imaginar qualquer outra mente. Chesterton dizia que o homem livre não é aquele que pensa que todas as opiniões são igualmente verdadeiras ou falsas, pois isso não é liberdade, senão debilidade mental. O homem livre é aquele que vê os erros com a mesma claridade que a verdade. O homem livre é quem pode imaginar o plano completo de um erro, a completa lógica de uma falácia, e ainda que não acredite nelas, é igualmente capaz de concebê-las.

2 comentários:

Pr. Guga Góes disse...

cara, muito bom o teu blog. Vc tem um estilo de escrever bem parecido com o meu. Gostei mesmo daqui. Dah uma olhada lah no meu blog (estah inativo por um tempo pois estou sem tempo para escrever, mas...), o endereco eh: http://prgugagoes.wordpress.com

Abracos e parabens,

Í.ta** disse...

muito bom!

gostei deste blog. fazia tempo que não passava por aqui.

parabéns.
abraço.