“Contenham esse avanço... Façam qualquer coisa, por menor que seja... Mantenham aberta ainda que seja uma só porta dentre cem, pois conquanto que tenhamos pelo menos uma porta aberta, não estaremos numa prisão.”
(G.K.C)

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Dedicatória

Há escritores que são verdadeiros profetas e verdadeiros historiadores. Falam do passado como se tivessem participado dos fatos - de todos os planos, das guerras, das vitórias e das derrotas. Do futuro, falam como se de lá, acabassem de chegar. Há escritores que são contemporâneos de todos os tempos! A estes, procuro dedicar minha atenção.

Um comentário:

rubenita disse...

lí recentemente: "o escritor não escreve o que ouve. nem o que houve. o verdadeiro escritor escreve o que sente."

obrigada por permitir a postagem de sua "dedicatória" lá no tópico da LE. vc continua muito especial!!

ruby, sua leitora de SAMPA!