“Contenham esse avanço... Façam qualquer coisa, por menor que seja... Mantenham aberta ainda que seja uma só porta dentre cem, pois conquanto que tenhamos pelo menos uma porta aberta, não estaremos numa prisão.”
(G.K.C)

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Êxtase

Aquela mulher com jeitinho de menina,
De expressivos olhos e boca bem desenhada,
Que me seduz sem saber.
Que é ingenuamente irresistível.
Aquela fonte de palavras doces,
Que não é poetisa, mas, facilmente, é um poema;
Que confunde minhas idéias e sensações;
Que não é filósofa, mas dá motivos à filosofia alheia.
Aquela beleza que, ao vê-la, denuncio-me.
Sinto um frio na barriga.
Meu Deus! Quando a vejo não me contenho;
Meus olhos não guardam segredo.
Ela me faz de cauto, indiscreto;
De tímido, faz-me ousado!
Às vezes, chego a ter medo!